Sara Norte critica condições no Rock in Rio: “17 Dias, 12 Horas, 500€…

Sara Norte criticou as condições no Rock in Rio: “17 Dias, 12 Horas, 500€… No recente episódio do ‘Passadeira Vermelha’, um programa da SIC Caras, a expulsão de Sónia Tavares do Rock in Rio gerou uma discussão acalorada.

A cantora, que estava a trabalhar na tenda VIP, foi forçada a sair por não cumprir uma regra do local. A situação, divulgada por ela no Instagram, levantou questões sobre as condições de trabalho no evento.

- Advertisement -

Sara Norte, uma das comentadoras, expressou indignação, destacando a oferta de 500 euros por 17 dias de trabalho, com jornadas de 12 horas, como um exemplo de práticas laborais questionáveis: “Acho que tem que haver um maior controlo de todos os parceiros que se envolvam com o Rock in Rio para perceberem as regras e a forma como isto é liderado! E isto sei eu! E tenho e-mails em casa que o comprovam”.

A necessidade de transparência e controle nas parcerias e na gestão das regras do festival foi enfatizada, evidenciando a importância de um debate mais amplo sobre as condições laborais em grandes eventos.

Artigos Relacionados

A Ferver

Catarina Miranda recebe nova provocação de Francisco Monteiro antes do Dilema.

Catarina Miranda recebeu uma nova provocação de Francisco Monteiro antes do Dilema. Conhecido pelas suas aparições televisivas e comentários afiados, Zaza expressou o seu...

Populares

Gente que vomita definições e certezas é igual a erva daninha!

Passar pela vida sem nunca topar com os “adoráveis donos da verdade” é quase tão impossível quanto fazer mergulhos no Mar Morto; escalar o...